Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Faz da tua vida a tua inspiração!

... Blogger, coach, palestrante, autora, contadora de histórias, formadora e uma apaixonada pela vida ...

Faz da tua vida a tua inspiração!

... Blogger, coach, palestrante, autora, contadora de histórias, formadora e uma apaixonada pela vida ...

Tomadas de posição

22.04.20, Marta Leal

doors-1767562_1280.jpg

O facto de me conhecer, e estar muita alinhada com a minha filosofia de vida fazia com que fosse fácil assumir posições. Nunca contra, sempre a favor. E quando escrevo sempre a favor refiro-me à questão dos direitos humanos e da integridade de cada individuo como igual. Alguns chamam-lhe utopia eu chamo-lhe "humanidade". Nunca foi tão difícil para mim tomar uma posição sobre um assunto.  Para dizer a verdade existiram momentos na minha vida em que não tomei posição, mas de um modo muito consciente: em relação a certos assuntos que envolviam os meus filhos.

Mas voltando ao que me levou aqui, qual será a melhor solução? fechar tudo ou continuar a dinamizar a economia? Eu sei que também não me compete a mim tomar essa decisão, mas considerem apenas como reflexão. Uns dias pensava "o melhor é fechar tudo e  isto resolve-se mais rápido" outros dias " as pessoas vão morrer à fome se não trabalharem". Estava-me a confundir não conseguir definir-me até que percebi que não sou a única. E isso fez-me entender que quarenta e um dias em casa não me afetaram a capacidade de escolha. Chego à conclusão de que a maioria de nós não está habituado a tomar decisões de "mal menor". Faça-se a escolha que se fizer vão existir pessoas a sofrer, e saber disso impede-nos a escolha, ou mais corretamente a tomada de posição. Sabem que mais? Não queria estar no lugar de quem tem de escolher!

Não teres opinião não faz de ti uma má pessoa.Mudares de opinião também não.  És apenas uma pessoa que não sabe qual a melhor solução. Esta mania de termos de opinar sobre tudo também se torna cansativa, certo? Mesmo  que não tomes posição, podes fazer a diferença e a tua diferença não vai estar em colocares-te de um lado ou de outro. Isso não interessa nada até porque, neste momento, não és tu que vais decidir. Também não te deves sentir mal porque não sabes qual é a melhor solução. A maioria de nós não sabe. A diferença que podes fazer é no modo como vais gerir as tuas ações e as posições dos outros. Faz as tuas escolhas e respeita a dos outros. Enquanto não tivermos a empatia suficiente para perceber a dor do outro vamos continuar a guerrear.  

Em relação ao particular a minha escolha está feita. Em termos profissionais formações e sessões passaram todas a online. Como já referi diminuímos os passeios das cadelas para duas vezes dia, só vai uma de nós ao supermercado e concentramos as compras para uma vez por semana. Contacto com poucas pessoas diretamente usando máscara, e sempre respeitando os limites de segurança. Por uma questão lógica não temos visitado os meus pais e a última vez que o fizemos foi em regime drive-in. Não me estou a ver a fazer logo uma vida "normal" quando o confinamento for levantado. Foram tantas as tomadas de consciência que alguma coisa vai ter de mudar.

 

Vamos todos ficar bem!

Cuida de ti e lembra-te de cuidar do outro! Cuida do outro e lembra-te de cuidar de ti!

Sempre com muito amor!

 

#fazdatuavidainspiração

✔️ FB 👉 https://www.facebook.com/martalealdesenvolvimentopessoal/

✔️ Site 👉 www.martaleal.pt

✔️Para marcação de consultas: Email 👉 martaleal@outloo