Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Amor Próprio

... Blogger, coach, palestrante, autora, contadora de histórias, formadora e uma apaixonada pela vida ...

Amor Próprio

... Blogger, coach, palestrante, autora, contadora de histórias, formadora e uma apaixonada pela vida ...

Ter dinheiro não faz de nós más pessoas

images.jpg

 

 

Ter dinheiro não faz de nós más pessoas. O que faz de nós más pessoas são os valores, a forma como nos comportamos e o modo como tratamos o outro. O que faz de nós más pessoas não é o excesso de dinheiro mas a falta de escrúpulos, princípios e de respeito pelo outro. Ter dinheiro não significa que és mau significa apenas que podes viver com dignidade e como mereces. Ter dinheiro significa que podes ajudar o outro, que podes deixar sorrisos em quem já perdeu a esperança e que podes fazer a diferença na vida de quem já pensa não a ter. Ter dinheiro significa apenas que tens dinheiro.

 

A maioria de nós acorda cedo e arrasta-se para um emprego que não gosta mas de que precisa. A maioria de nós faz o que não ama com vista a um objectivo final traduzido em euros que em muitos casos não dão para mais nada que não seja pagar contas. A maioria de nós lamenta-se pela falta de dinheiro e mesmo assim são muitos aqueles que insistem em deixar bem claro que não gostam dele. Incongruente e esclarecedor do quanto as nossas crenças nos impedem de chegar onde queremos chegar. Portanto, faz-te à vida! Deixa-te de coisas e vai à procura daquilo que sabes que mereces.

 

Cá por casa D. Diva refilou a noite toda num vai e vem constante entre o quarto e a cozinha. Ao que parece os sons da noite não lhe agradaram e resolveu defender-nos com um latido persistente e irritante. Perdi a conta às vezes em que acordei e que me levantei da cama. Os gatos olhavam-na incrédulos e ensonados, o filho vegan não deu por nada a filha do meio diz que ouviu lá muito longe e a filha mais nova foi a única solidária comigo.

 

Cá por casa temos a certeza que o nosso mundo podia ser mais calmo se fosse ausente de latidos e miados mas cá por casa também temos a certeza que seria muito mas muito mais pobre.

 

Eu? Continuo assim muito mãe, muito mulher, muito eu mesma!

Mensagens

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.