Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Faz da tua vida inspiração

... Blogger, coach, palestrante, autora, contadora de histórias, formadora e uma apaixonada pela vida ...

Faz da tua vida inspiração

... Blogger, coach, palestrante, autora, contadora de histórias, formadora e uma apaixonada pela vida ...

Veste apenas aquilo que te serve!

17.02.20, Marta Leal
  Mudam-se os tempos e mudam-se as filosofias de vida. Descobrem-se novas formas de estar, recuperam-se aprendizagens e procuramos tudo o que nos faça sentido ou então procuramos tudo o que seja moda. Corremos de aprendizagem em aprendizagem e experimentamos. Corremos, contudo, o risco de nos perdermos. Proliferam novos mundos de contacto com o nosso eu interior, com o nosso eu superior, com os nossos guias ou mesmo com aquele deus que escolhemos adorar.   Proliferam novos mundos por (...)

Faz da tua vida inspiração

09.02.20, Marta Leal
“Nas grandes batalhas da vida, o primeiro passo para a vitória é o desejo de vencer.” Mahatma Gandhi   Acredito que todos nós podemos ser pessoas inspiradoras e fazer a diferença na vida dos outros. Foi com este mote que foi criada a primeira edição do curso "Faz da tua vida inspiração", e confesso que  tinha curiosidade em saber quantos formandos (...)

Somos a soma de quem amamos

06.02.20, Marta Leal
  - Eu nem quero ouvir falar nele, disse-me ela, enquanto mordiscava o gelado. - Mas porquê? - perguntei eu. - Ainda perguntas porquê? - Sim, fez parte da tua vida. Viveram um amor tão bonito ... - Já te disse que não quero ouvir falar disso.   Calei-me. Calei-me, mas apetecia-me dizer-lhe que,  negar aquele que lhe permitiu viver o amor, estava a negar uma parte de si. É querer apagar uma parte de quem foi e de quem foram. E o amor deles foi tão bonito. Desgastou-se, (...)

O dinheiro, sempre o dinheiro!

05.02.20, Marta Leal
- Não gosto nada de dinheiro, disse-me ela com um ar tristonho. - Não? - Não e olha que ele também não gosta nada de mim. - A sério? - Sim, foge a sete pés ... mas de resto está tudo bem.   Esta conversa sobre dinheiro  levou-me ao passado e a duas tomadas de consciência que tive. Tomadas de consciência essas que fizeram toda a diferença na forma como passei a conduzir a minha vida financeira. A primeira era o facto de eu não querer que as pessoas pensassem que eu gostava de (...)

Apaixonei-me uma centena de vezes e desapaixonei-me outras tantas

04.02.20, Marta Leal
Enquanto o novo livro não é publicado vou-vos deixando com um cheirinho da história de amor entre a Teresa e o Paulo.         "Os primeiros tempos em Lisboa não foram fáceis. Estava tão habituado a viver fora da confusão que me custou a adaptar. Os meus dias eram passados no escritório e os meus fins de semana a caminhar pela rua. Sem destino. Inicialmente o meu pensamento girava à volta da Teresa. Interrogava-me como estaria, se já teria casado ou se sentiria a minha falta. (...)

Só somos verdadeiramente completos quando aceitamos virtudes e defeitos

03.02.20, Marta Leal
"Cara Marta, escrevo-lhe para dizer que me sinto covarde. Ando há tanto tempo para trabalhar consigo, mas tenho medo. Tenho medo de descobrir que afinal sou uma péssima pessoa!" Sandra. Sandra, ainda esta semana ouvia as mesmas palavras de uma cliente. O medo de sabermos quem somos impede-nos, muitas vezes, de avançarmos. Temos medo. Temos medo de descobrir que afinal não somos quem pensámos ser, quem sonhámos ser, quem os outros querem que sejamos ou quem achamos que devemos ser. (...)

As histórias que fazemos dizem muito sobre quem somos

02.02.20, Marta Leal
Com o ritmo de trabalho que tenho tido, a necessidade de organização é cada vez maior.  No entanto, existem momentos em que o planeamento falha e as coisas acabam por não correr tão bem. Acordo cedo porque o dia vai ser longo. Entro para a banheira. Saio da banheira convencida que vou mudar a bilha de gás. Chego à varanda, olho para as bilhas e estão todas vazias. Volto para a banheira. Tomo banho de água fria. Acordo a filha mais nova e digo-lhe que domingo de manhã vamos ao (...)

A paixão é leve e o amor dá trabalho

01.02.20, Marta Leal
  Terminei janeiro com a sensação de que já se passou mais do que um mês. Entre família, quatro patas, escrita, novas parcerias, consultas, preparação de formações, aulas, formações presenciais e online, planeamentos e tomadas de decisão o mês passou num ápice. Se continuar assim o ano vai voar, e quando menos der por isso estou a fazer o balanço de final do ano. Fevereiro é o mês dedicado ao amor e por isso mesmo tenho algumas surpresas para clientes e futuros clientes. (...)

A necessidade não é uma boa aliada do amor

16.01.20, Marta Leal
"Será que sou só eu? será que sou só eu que estou farta de conversas da treta e de manipulações baratas? será que não existem homens como deve ser? Cheguei à conclusão que vou ficar sozinha o resto da vida. Desculpe Marta, não espero que me responda. Considere estas minhas palavras como um mero desabafo" Sara Olá Sara, como é que poderia deixar de responder a uma questão que me chega todos os dias? Como é que poderia não lhe responder quando ouço esse desabafo na minha (...)

Quanto alguém parte deixa em nós uma consciência de fragilidade

15.01.20, Marta Leal
Gostamos mais de falar da vida do que a morte, no entanto, a morte faz parte das experiências que vivemos em vida. Com cinquenta anos já vivenciei algumas mortes que me provocaram uma dor intensa e umas saudades enormes. Como já escrevi por aqui, sempre que estou perante uma morte questiono a  minha vida. Questiono o caminho, o legado e o efeito que vou ter no dia em que partir. Nesse dia gostaria que sorrissem ao som das minhas aventuras e desventuras. Que gargalhassem aos som das (...)