Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Amor Próprio

... Blogger, coach, palestrante, autora, contadora de histórias, formadora e uma apaixonada pela vida ...

Amor Próprio

09
Abr19

Não gosto de todas as pessoas!

Marta Leal

 

gas-mask-1299143__340.png

 

#nãogostodetodasaspessoas

#amorpróprio

#desenvolvimentopessoal

 

Não gosto de todas as pessoas com que me cruzo nem tão pouco gosto de todos aqueles que conheço. Dizer o contrário era unir-me às vozes dos que defendem que somos todos boas pessoas e aliar-me aos que por uma questão do "politicamente correto" se forçam a viver uma emoção que não é sentida. Não. Não acredito que sejamos todos boas pessoas. Não gosto e não tenho de gostar.  Existem pessoas más. Existem pessoas que sem qualquer escrúpulo manipulam, enganam, humilham e destroem outras pessoas como se nada fosse. Tenho dificuldade em relacionar-me com a maldade gratuita e a maledicência cultural. Confunde-me os que se riem e aproveitam da desgraça alheia, os que perante uma injustiça rejubilam e festejam a queda dos demais. 

 

Vou mais longe. Não só não gosto como não mantenho por perto. Porque perto de mim só quero aqueles que me fazem sentido. Aqueles que são meus, aqueles que se movem pelos mesmos valores, que integram os mesmos desejos e que sabem que fazem parte de um todo. Mas atenção que não gosto, mas respeito e se, por qualquer razão,  tiver de conviver,  convivo.

 

Assumir que não gosto de todas as pessoas foi, em determinada altura, libertador. Livrei-me da culpa e assumi a responsabilidade. E isso levou-me à tomada de consciência de que o facto de não gostar de certas pessoas está mais relacionado com aquilo que eu sou do que com o que elas são. E esse é um principio que é importante que sigas. Perceber  que qualquer pensamento que tenhas, qualquer emoção que sintas, qualquer ação que faças está mais relacionado com quem és do que com o que os outros são.

 

Com o avançar na idade percebi que viver de acordo com a nossa verdade faz muito mais sentido!

 

✔️ FB 👉 https://www.facebook.com/martalealdesenvolvimentopessoal/

✔️ Site 👉 www.martaleal.pt

✔️ Email 👉 martaleal@outlook.pt

 

Faz da tua vida inspiração!

Marta Leal

 

06
Jan19

Faz da tua vida inspiração

Marta Leal

 

43083216_327823931313042_2065545430158016512_n.png

 

#fazdatuavidainspiração

#amorpróprio

#desenvolvimentopessoal

 

Ao fazer o balanço dos resultados referentes ao ano passado percebi que existiram duas situações que me preencheram: o curso “faz da tua vida inspiração” e o livro “organiza-te no amor”.

 

O curso surgiu de algumas situações que constatei nos últimos anos. A dificuldade que temos em focarmo-nos em nós e naquilo que desejamos, a falta de autoconhecimento, a falta de autoaceitação, a dificuldade na gestão emocional, entre outras. Começámos em junho de 2018 e os resultados não podiam ser melhores. Em mais de 100 inscrições recebemos apenas um pedido de desistência do curso (nos primeiros 3 dias) e os feedbacks não podiam ser melhores.

 

Estivemos cerca de 6 meses com um preço promocional e a meio do caminho decidimos oferecer 10% das inscrições a uma associação de apoio animal. Temos ajudado a fazer a diferença e sei que vamos continuar a fazê-lo. E é isso que me move diariamente, deixar o mundo melhor do que aquilo que encontrei.

 

Inspiramo-nos nos outros e esquecemos que podemos fazer da nossa vida inspiração, para nós e para aqueles que nos rodeiam. Este curso, tem como objetivo:

 

  • Que te conheças
  • Que te aceites
  • Que aprendas a decidir
  • Que aprendas a fazer escolhas
  • Que te foques em ti em primeiro lugar
  • Que te coloques em primeiro lugar
  • Que vivas a vida que mereces viver
  • Que largues o que não te serve
  • Que acredites nos teus sonhos
  • Que transformes os teus sonhos em objetivos
  • Que vivas a tua essência
  • Que faças da tua vida inspiração!

 

Vamos falar de ti, de amor, de objetivos, de dor, de sofrimento, de vida, de morte, de sonhos, de foco, de resiliência, de persistência, de crescimento, de força de vontade, de energia, de ação, de amizade, de escolhas, de decisões, de desapego, de linguagem verbal e linguagem não verbal, etc.

 

Como?

Através de exercícios de reflexão, filmes, histórias, perguntas e alguma teoria.

 

Base?

A base desta formação são o coaching, a hipnose conversacional, a teoria da força de vontade, inteligência emocional, inteligência espiritual, a programação neurolinguística, Louise Hay e toda a aprendizagem que tenho tido com os clientes em sessão.

 

Processo?

O curso começa dois dias depois da inscrição e o pagamento serem feitos.

O curso é totalmente online. Diariamente receberá um email com o desafio diário e, sugiro que faça todos os exercícios propostos num caderno apenas para esse efeito. Fica o seu diário!

 

Duração?

365 dias

 

Valor?

25€ mês se pago mensalmente.

250€ se pago na totalidade.

 

 

Certificado?

No final será entregue um certificado de participação.

 

Atreves-te?

 

✔️ FB 👉 https://www.facebook.com/martalealdesenvolvimentopessoal/
✔️ Site 👉 www.martaleal.pt
✔️ Email 👉 martaleal@outlook.pt

 

Faz da tua vida inspiração!

Marta Leal

01
Jan19

Feliz2019

Marta Leal

Um brinde a 2019! (1).png

#Feliz2019

#amorpróprio

#desenvolvimentopessoal

 

Quem me acompanha há mais tempo sabe que os recomeços me fascinam. Despeço-me muito rapidamente do que fica para agarrar o que vai chegar. Funciono assim com projetos, roupas, casas, carros e, imagine-se, até com pessoas. Tenho uma facilidade em largar tal é a vontade de viver o novo. A verdade é que sou pouco saudosista e raramente olho para trás. Talvez por isso tenha facilidade em largar, em mudar,  em aceitar o envelhecimento e em seguir em frente, por muito incerto que seja o caminho.

 

2018 foi uma montanha russa de emoções e de acontecimentos. No campo pessoal diria que foi um ano de introspecção onde caminhei mais sozinha e onde reforcei a minha paixão por Itália, pela formação, pela causa animal e pelo amor que tenho às letras. Escrevi um livro e consolidei não só amizades mas também projetos. Farto em horas de trabalho e escasso em horas de sono é sem dúvida o ano onde algumas amarras se soltaram e onde o voo foi intenso. 

 

 

O ano passado pedia-te que vivesses de acordo com quem és e com o que te faz sentido. Este ano relembro-te a necessidade de te assumires no todo para que possas fazer da tua vida inspiração! 

 

Quanto a mim comprometo-me a fazer deste ano o melhor de sempre e tu? qual é o teu compromisso para 2019?

 

✔️ FB 👉 https://www.facebook.com/martalealdesenvolvimentopessoal/
✔️ Site 👉 www.martaleal.pt
✔️ Email 👉 martaleal@outlook.pt

 

Faz da tua vida inspiração!

Marta Leal

02
Jul18

Preços simpáticos

Marta Leal

money-767778__340.jpg

 

 

Preços simpáticos

Marta Leal

#amorpróprio

#desenvolvimentopessoal

#finanças

 

A questão dinheiro continua a ser tabu para alguns de nós. Falar de dinheiro deixa-nos desconfortáveis e quando se trata das nossas finanças ainda mais desconfortáveis nos sentimos.  Queremos todos ter uma vida financeiramente confortável e, na maioria dos casos, não valorizamos o trabalho dos outros.

 

É frequente perceber que algumas pessoas procuram alguém que preste um serviço a um “preço simpático”. E quando falo destas situações refiro-me ás mais diversas áreas de atuação. Desde o cabeleireiro ao médico, da mulher a dias ao carpinteiro. Mas o que será isso de preço simpático? Um preço que possa pagar ou um preço que eu considero razoável para o serviço prestado? Será que quando pretendo pagar um “preço simpático” estarei a valorizar o trabalho do outro ou estarei a ver as coisas à medida da minha carteira? Será que ao desvalorizar o valor do trabalho do outro eu não estarei a desvalorizar o valor do meu trabalho?

 

Eu não trabalho por dinheiro, mas cobro os meus serviços. E quando contrato alguém gosto de ser justa no pagamento. Peço orçamento e se tenho viabilidade avanço se não tenho aguardo pelo momento em que tenha. Não discuto o valor do outro porque não me faz sentido fazê-lo. Discutir o valor do outro é achar-me no direito de mexer em carteira alheia.

 

Os nossos resultados são fruto do modo como nos movimentamos pela vida. Hoje, sugiro que reflitas sobre o modo como olhas para as tuas finanças:

  • Nunca tens o suficiente?
  • Ganhas muito dinheiro, mas ele voa?
  • Tens vergonha de pedires dinheiro pelos teus serviços?
  • Não sabes ao certo quanto tens?
  • Não sabes ao certo quanto ganhas?
  • Encontras-te numa situação financeira confusa?
  • Gostavas de ter uma situação financeira diferente?

A boa noticia é que esta situação pode ser alterada para melhor, mas vai-te exigir trabalho, compromisso, ação e valorização.

 

E agora pensa “queres ser pago a um preço simpático ou de acordo com o teu valor real”?

 

Faz da tua vida inspiração!

 

 

Marta Leal

Inspiração e Motivação

12
Jun18

O pardal e a águia

Marta Leal

 

pardal.jpg

 

O pardal e a águia

Marta Leal

#amorpróprio

#desenvolvimentopessoal

#metáforas

 

“O sol anunciava o final de mais um dia e lá, entre as árvores, estava Andala, um pardal que não se cansava de observar Yan, a grande águia. O seu voo preciso, perfeito, enchia os seus olhos de admiração. Sentia vontade de voar como a águia, mas não sabia como o fazer. Sentia vontade em ser forte como a águia, mas não o conseguia ser. No entanto, não se cansava de segui-la por entre as árvores só para vislumbrar tamanha beleza. Um dia estava a voar por entre a mata a observar o voo de Yan, e de repente a águia desapareceu do seu campo de visão. Voou mais rápido para reencontrá-la, mas a águia tinha desaparecido. Foi quando apanhou um enorme susto: deparou de uma forma muito repentina com a grande águia à sua frente. Tentou parar, mas foi impossível, bateu de frente com o belo pássaro. Caiu desnorteado no chão e quando voltou a si, viu aquele pássaro imenso bem ao seu lado observando-o. Sentiu um calafrio no peito, as suas asas ficaram arrepiadas e pôs-se em posição de luta. A águia serena, apenas o olhava de forma calma, e com uma expressão séria, perguntou-lhe:

 

- Porque me estás a vigiar, Andala?

 

- Quero ser uma águia como tu, Yan. Mas, o meu voo é baixo, pois minhas asas são curtas e vislumbro pouco por não conseguir ultrapassar meus limites.

 

- E como te sentes amigo sem poder desfrutar, usufruir de tudo aquilo que está além do que podes a/lcançar com tuas pequenas asas?

 

- Sinto tristeza. Uma profunda tristeza. A vontade é muito grande de realizar este sonho.

 

O pardal suspirou olhando para o chão... E disse:

 

- Todos os dias acordo muito cedo para te ver voar e caçar. És tão única, tão bela. Passo o dia a observar-te.

 

- E não voas? Ficas o tempo todo a observar-me? Perguntou Yan.

 

- Sim. A grande verdade é que gostaria de voar como tu voas. Mas as tuas alturas são demasiadas para mim e creio não ter forças para suportar os mesmos ventos que, com graça e experiência, tu cortas harmoniosamente.

 

- Andala, bem sabes que a natureza de cada um de nós é diferente, e isto não quer dizer que nunca poderás voar como uma águia. Sê firme no teu propósito e deixa que a águia que vive em ti possa dar rumos diferentes aos teus instintos. Se abrires apenas uma fresta para que essa águia que está em ti te possa guiar, esta dar-te-á a possibilidade de vires a voar tão alto como eu. Acredita!

 

E assim, a águia preparou-se para levantar voo, mas voltou-se novamente para o pequeno pássaro que a ouvia atentamente:

 

- Andala, apenas mais uma coisa: Não poderás voar como uma águia, se não treinares incansavelmente todos os dias. O treino é o que dá conhecimento, fortalecimento e compreensão para que possas dar realidade aos teus sonhos. Se não pões em prática a tua vontade, o teu sonho será apenas um sonho. Esta realidade é apenas para aqueles que não temem quebrar limites, crenças, conhecendo o que deve ser realmente conhecido. É para aqueles que acreditam serem livres, e quando trazes a liberdade no teu coração poderás adquirir as formas que desejares, pois já não estarás apegado a nenhuma delas, serás livre! Um pardal poderá, sempre, transformar-se numa águia, se esta for a sua vontade. Confia em ti e voa, entrega as tuas asas aos ventos e aprende o equilíbrio com eles. Tudo é possível para aqueles que compreenderam que são seres livres, basta apenas acreditar, basta apenas confiar na tua capacidade em aprender e ser feliz com a tua escolha!” 

Autor desconhecido

 

Faz da tua vida inspiração!

Marta Leal

Inspiração e Motivação

11
Jun18

Faz da tua vida inspiração

Marta Leal

Fz da tua vida inspiração.jpg

 

 

Faz da tua vida inspiração

Marta Leal

#amorpróprio

#desenvolvimentopessoal

 

Durante muito tempo lutei comigo mesma no que diz respeito à consistência da ação. Começava e não acabava ou, noutros casos, começava e como não tinha frutos rápidos desistia. Com o tempo fui percebendo que é a consistência na ação que traz a verdadeira mudança e a verdadeira conquista. E se aliarmos a consistência ao prazer, diversão e leveza temos a receita perfeita para uma vida mais serena e mais em essência.

 

Percebi, com os meus clientes, ao longo dos últimos anos que muitas vezes nos esquecemos de nós mesmos. Começamos e não acabamos. Sonhamos e, passado uns tempos, esquecemos os nossos sonhos. Queremos sem querer e somos pouco consistentes nos passos que são importantes dar.

 

Por esta razão criei o curso “Faz da tua vida inspiração”. Um curso totalmente online, com a duração de 365 dias e onde o foco é o eu. Esta formação tem como objetivo conheceres-te, aceitares-te e gerires-te. Diariamente receberás um email: com um desafio, uma pergunta, uma inspiração ou um vídeo. Diariamente vais-te dedicar a ti e lembrares-te de quem és e para onde queres ir.

 

Estarmos bem connosco vai-nos possibilitar estar bem com os outros.

Quando te aceitas existe uma tendência para aceitares os outros.

Quando te amas é muito mais fácil amares o outro.

Sabias?

 

 

Faz da tua vida inspiração!

Marta Leal

Inspiração e Motivação

(se quiseres saber mais informações envia email para: martaleal@outlook.pt)

06
Fev18

Sobre o amor!

Marta Leal

valentine-3126531_960_720.jpg

 

Esta coisa de se sofrer por amor é transversal. Transversal na idade, no sexo, na situação económica e até na cultura onde estamos inseridos. Sofrer por um amor proibido, por um amor que terminou ou por um amor não correspondido toca a todos. Quer dizer, toca a todos os que estiverem dispostos a amar, a entregarem-se e a arriscar. Porque viver um amor nos dias que correm é arriscado. Não por questões que se prendam a Montecchios e Capuletos mas por questões muito mais desafiantes.

 

Vivemos acelerados. Queremos tudo para ontem e temos medo de não conseguir viver aquilo a que temos direito. Queremos uma relação mas ao mesmo tempo queremos ter espaço. Queremos viver o amor mas ao mesmo tempo queres viajar com os amigos de infância porque sempre o fizemos. Queremos estar com a pessoa que amamos mas apenas quando o clima estiver propicio. Queremos ter o outro ao nosso lado mas apenas quando nos apetecer.

 

E vamos vivendo com um pé entre cá e lá sem nunca nos comprometermos, escondidos entre o "logo se vê" e o "depois pensamos nisso". E um dia o "logo se vê" transforma-se num "desapareceu para sempre" em vez de se transformar num "foram felizes para sempre" e, avançamos para outra, replay após replay. Começa-se sem se começar e acaba-se sem se acabar. 

 

Sofremos de amor mas falta-nos entrega. Falta-nos dedicação. Falta-nos diálogo e vontade de resolver. Falta-nos compromisso e falta-nos acreditar que as relações funcionam e que o verdadeiro amor move montanhas! Falta-nos amar!

 

 

Faz da tua vida inspiração!

Dia  35

Marta Leal - Coaching Inspiracional

 

 

18
Jan18

Hoje pensa naquilo que te faz sentido a ti

Marta Leal

glasses-1246611_1920.jpg

 

 

É sempre desafiante regressarmos ao nosso ritmo. Depois das férias recomeça-se as aulas e as idas a Lisboa mais frequentemente. Gosto. Gosto tanto do cheiro a cidade e de uma sala onde o debate de ideias se transforma em aprendizagem, sorrisos e amizade. Gosto daqueles dias em que o balanço demonstra resultados que nos fazem sorrir.

 

Os meus dias nunca são iguais e é nessa desigualdade que reside o meu equilíbrio. Gosto. Gosto tanto da diversidade das pessoas com quem trabalho e das áreas onde me movo.

 

Hoje sugiro-te que penses onde reside o teu equilibro. Pensa naquilo que te preenche e naquilo que te faz sentido. Hoje pensa naquilo que te faz sentido a ti, mesmo que não faça sentido nenhum aos outros.

 

 

Faz da tua vida inspiração!

Dia  11 

Marta Leal - Inspirational Coaching

07
Jan18

Sobre o negócio!

Marta Leal

coffee-2306471_1920.jpg

 

Dizem que ao fim de semana se descansa mas quando somos o negócio que temos as coisas nem sempre se passam assim. Nos últimos tempos e com a agenda cheia os fins de semana têm sido dedicados a sessões e formações. Fazer o que mais gostamos e atingir as metas a que nos propomos exige resiliência, persistência e dedicação, muita dedicação!

 

Cá por casa houve saída de miúdas com a filha mais nova e volta pelos saldos. Aproveitar os momentos com a mais nova num momento em que os mais velhos estão fora tem um sabor especial, mesmo muito especial.

 

Faz da tua vida inspiração!

Dia 6

Marta Leal - Inspirational Coaching

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Marta Leal

    Olá Maria João, que bom que assim é :) Não sei se ...

  • Maria João

    Pois eu gosto de todas as pessoas... aliás defendo...

  • Marta Leal

    Olá Laura, que sentido teria a vida se não falasse...

  • Laura

    Muitos Parabéns pelo livro! Precisamos de mais liv...

  • petra

    Muito boas as tuas dicas e conselhos,adorei a tua ...

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D