Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Amor Próprio

... porque tudo começa e acaba em mim ...

Amor Próprio

... porque tudo começa e acaba em mim ...

Parte de mim!

lens-1209823_1920.jpg

 

 

A minha carreira tem crescido num ritmo superior ao planeado e as horas dedicadas ao coaching, à formação e ao desenvolvimento pessoal têm sido mesmo muitas. A tomada de consciência de que os objectivos foram atingidos com um ano de antecedência fez com que novos planos fossem elaborados e novos objectivos definidos. No entanto, apercebi-me que por vezes embrenhamos-nos tanto no que estamos a fazer que nos esquecemos de outras coisas que nos dão prazer. E eu não serei excepção. Tenho dedicado pouco tempo à escrita! Tenho dedicado pouco tempo à escrita fluida sem objectivo nenhum ou apenas com o objectivo de deixar que as palavras se soltem e as frases se formem. E esta, faz parte de mim. E quando não nos dedicamos ao que faz parte de nós sentimos-nos menos completos.

 

Percebi que com a desculpa do tempo vou adiando os momentos em que a imaginação se solta enquanto o cheiro de café me inebria e me faz sentir conforto. Sim. Eu também me boicoto e também utilizo as desculpas mais esfarrapadas para não fazer. Ter consciência disso faz parte da mudança. Ter consciência disso faz parte do momento entre o fazer e o não fazer.

 

Os momentos sociais também foram diminuindo ao longo do ano e foram sendo substituídos por horas de estudo, de trabalho ou de sono. As risadas, os copos e as conversas longas deram lugar a momentos mais solitários de preparação de sessões, de formações e de respostas ás dúvidas que me vão sendo colocadas. A verdade é que comecei a sentir falta das minhas pessoas e da minha escrita. Se é uma realidade que quando fazemos o que gostamos e gostamos do que fazemos o tempo para e o resto desaparece, também é verdade que o equilíbrio é importante e eu andava a precisar de equilíbrio.

 

Cá por casa percebi que o tempo passa a um ritmo alucinante e que os dias vão muito além do sucesso, dinheiro ou tudo o resto que o dinheiro possa comprar. Cá por casa percebi que o prazer e o gozo que certas coisas e certas pessoas nos dão não têm preço mesmo que isso implique diminuir a agenda ou escolher não entrar em determinado projecto.

 

Mais equilíbrio Marta Cristina, mais equilíbrio!

 

Faz da tua vida inspiração!

Coaching Inspiracional

Marta Leal

 

 

 

 

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D