Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Amor Próprio

... porque tudo começa e acaba em mim ...

Amor Próprio

... porque tudo começa e acaba em mim ...

Juntos somos mais fortes e separados valemos muito pouco

people-1316292_960_720.jpg

 

Reconheço que existem aqueles momentos em que tenho de ter uma dose redobrada de paciência e um cuidado supremo para me travar de dizer/escrever o que me vai na mente. E escrevo o que vai na mente porque o que me vai na alma, nesses momentos, é apenas tristeza e desilusão. Mas perdoem-me comecei pelo fim e este meu desabafo precisa de ser contextualizado. Tenho cada vez menos tempo e por essa razão razão selecciono cada vez mais o que vejo e o que leio. Mas de vez enquanto distraio-me. E quando me distraio posso divertir-me ou deparar-me com situações que continuam a mexer comigo. E as situações que mais mexem comigo dizem, sobretudo, respeito á maldade gratuita e ás acusações publicas. Confundem-me! Confundem-me as línguas viperinas, os acusadores de bastidores, as acusações publicas e os apontares de dedos. Confundem-me os "eu é que sei" e confundem-me os que o fazem e os que assistem impávidos e serenos, apáticos e adormecidos. 

 

Acredito no ser humano. Acredito que juntos somos mais fortes e que separados valemos muito pouco. Acredito que podemos tornar o mundo melhor se nos deixarmos envolver e o mundo pior se nos fecharmos na concha. A vida ensinou-me que existem pessoas boas e pessoas que cheias de razão que se acham no direito de passar a vida a vomitar sentenças e a fazer julgamentos. 

 

Cresci com a crença de que se não for para ajudar o melhor é ficar calada. Que se tiver uma palavra a dizer que seja de apoio, de análise ou de sugestão. E mesmo assim não invado. Peço permissão antes de falar. E estas palavras devem vir sempre acompanhadas de amor, de carinho e de uma tremenda intenção de ajuda. Sabes  que as palavras transportam emoções? Sabes que as palavras levam com elas tudo aquilo que estás a sentir? 

 

Hoje convido-te a pensar não só sobre o que dizes, mas sobre a intenção e a forma como o fazes. Hoje convido-te a refletir sobre o impacto que as tuas palavras podem ter no outro e sobre o impacto que teriam em ti se fosses tu a ouvi-las. Hoje convido-te a perceberes que sempre que falas estás a partir de pressupostos que são teus, apenas teus.

 

Tem cuidado com o que sentes e tem cuidado com o que dizes. Porque aquilo que dizes, as acusações que fazes, os pressupostos de que partes dizem mais sobre quem és do que sobre quem falas! 

 

 

Faz da tua vida inspiração!

Dia  33

Marta Leal - Coaching Inspiracional

 

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D