Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Faz da tua vida a tua inspiração!

... Blogger, coach, palestrante, autora, contadora de histórias, formadora e uma apaixonada pela vida ...

Faz da tua vida a tua inspiração!

... Blogger, coach, palestrante, autora, contadora de histórias, formadora e uma apaixonada pela vida ...

Há dias em que me perco no tempo

25.03.20, Marta Leal

horse-430441_1920.jpg

Há dias em que me tenho perdido no tempo. Não deixa de ser irónico, perdida num tempo que faltava e que agora tanto sobra. Tenho acumulado tanto trabalho. A minha mente diz-me que tenho tempo de me despachar, o meu coração diz que temos tempo e a minha preguiça apoia qualquer tipo de argumento que implique descanso. Os livros e o sofá chamam por mim. Há tanto tempo que não lia livros para além dos técnicos. Tenho feito tanta coisa que não fazia há anos entre elas o fazer sopa e passar a ferro. O interessante é que enquanto as faço vou-me lembrando de outros momentos. Momentos de quando os miúdos eram pequenos, relembro as brincadeiras, os refilares, as férias, as viagens para as escolas, as doenças, as pragas dos piolhos, os abraços, as lágrimas e os risos. Relembro tempos que reforçam o que nos une. Interessante como associamos memórias a hábitos, sons, cheiros e comportamentos.

Os pais estão tristes. O gato Gastão foi internado e ao que parece a coisa está feia. Eu sei, alguns de vós devem estar a pensar: o que é que interessa um gato numa calamidade destas? Interessa, meus caros. Interessa porque somos dos que consideram os animais de estimação como parte integrante da família. Esta coisa de não conseguirmos/devermos/podermos estar juntos faz com que nos sintamos impotentes perante a dor do outro. Os abraços e os afetos são parte integrante daquilo que considero como reconforto. 

- Achas que isto vai demorar muito tempo? - perguntou-me ontem a filha mais nova

- Acho filha, e espero enganar-me neste meu achar - respondi-lhe eu questionando-me sobre o quanto tempo vamos permanecer separados de quem gostamos, e impedidos de sermos livres de movimento.

Cá por casa continuo a rir à gargalhada com a criatividade do ser humano, a choramingar pelas ações de bondade e de compaixão e, a vibrar para que possamos sair disto tudo o melhor possível. Escrevo o melhor possivel porque ninguém vai sair igual de uma expeirência destas. Tenho saudades das pessoas que fazem parte da minha vida. Tenho saudades da liberdade do almoço, do jantar e do café. Saudades de um movimento que tantas vezes adiei sem sequer colocar a hipótese que isso me poderia ser retirado.

Sugiro-te que vás desligando das notícias negativas, obedeças às regras para contenção do vírus e que animes os teus amigos. Mesmo separados podemos ficar bastante juntos, sabias?

 

Vamos todos ficar bem!

Cuida de ti e lembra-te de cuidar do outro! Cuida do outro e lembra-te de cuidar de ti!

Sempre com muito amor!

 

#fazdatuavidainspiração

✔️ FB 👉 https://www.facebook.com/martalealdesenvolvimentopessoal/

✔️ Site 👉 www.martaleal.pt

✔️ Para marcação de consultas: Email 👉 martaleal@outlook.pt

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.