Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Amor Próprio

... Blogger, coach, palestrante, autora, contadora de histórias, formadora e uma apaixonada pela vida ...

Amor Próprio

24
Mai19

Amigos para sempre

Marta Leal

friends-3408314_1280.jpg

 

 

#sobreaamizade

#amorpróprio

#desenvolvimentopessoal

 

Percebi, com o passar dos anos, que não sou uma pessoa de muitas amizades. Também não vou cair na frase feita do "poucas mas boas",  porque, na minha opinião,  não estará apenas relacionado com isso. Existem amizades que sem alimento acabam por morrer, existem amizades que mesmo que pareçam estar moribundas ao menor contacto renascem, e aquelas que por decisão de uma das partes sucumbem ao som de palavras mais ou menos duras ou de comportamentos mais ou menos "corretos". Mas a verdade é que as pessoas fazem-nos falta. Tornamos-nos melhores quando nos relacionamos, quando temos experiência, quando partilhamos e quando percebemos que fazemos parte de algo maior.

Perdi um dos meus grandes amigos há uns meses. Sei que altura a questão me deixou triste, mas só hoje é que percebi o quanto isso me afetou. Naquele momento, achei que tinha aceite a decisão, mas não aceitei. Para mim era para sempre. Iamos estar sempre por perto até que a morte nos separasse. Aceitei teoricamente, mas dentro de mim ficou uma dor imensa, uma zanga e uma saudade daqueles momentos que tanto me alimentavam a alma. Acho até que fiquei de birra! Dei imensas vezes por mim a pegar no telefone para desafiar para alguma coisa, contar a última conquista ou desabafar sobre algo que não estava tão bem. E, antes que o impulso se transformasse em ação,  lembrava-me que não tinha o direito de o fazer.  Não tinha o direito de o fazer porque é importante respeitar a decisão do outro. 

Com o passar do tempo fui substituindo a dor pela saudade. A saudade das risos, das partilhas, das experiências, e de tudo aquilo que vivemos juntos.  Fui preenchendo o pouco tempo livre que tenho por outras atividades, viajei sozinha, tomei novas decisões e entrei em noutras aventuras. Fui conhecendo novas pessoas, criando novas ligações e abrindo novos horizontes. Podia dizer que foi melhor assim. Mas a verdade é que ninguém substitui ninguém, e existem momentos em que a memória me transporta para risadas e situações que me colocam um sorriso no rosto. No entanto, percebi que sinto a falta do que fomos, não do que poderíamos ser ou do que éramos. 

 

Assumir e aceitar que sinto saudades tuas apagou a dor e confortou-me a alma! É no assumir e no aceitar do que sentimos que nasce a verdadeira cura. A mente limita-se a apregoar uma quantidade de mentiras que nos transportam para uma competição onde perdemos sempre. 

 

✔️ FB 👉 https://www.facebook.com/martalealdesenvolvimentopessoal/

✔️ Site 👉 www.martaleal.pt

✔️ Email 👉 martaleal@outlook.pt

 

Faz da tua vida inspiração!

Marta Leal

 

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Marta Leal

    Olá Maria João, que bom que assim é :) Não sei se ...

  • Maria João

    Pois eu gosto de todas as pessoas... aliás defendo...

  • Marta Leal

    Olá Laura, que sentido teria a vida se não falasse...

  • Laura

    Muitos Parabéns pelo livro! Precisamos de mais liv...

  • petra

    Muito boas as tuas dicas e conselhos,adorei a tua ...

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D