Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Amor Próprio

... Blogger, coach, palestrante, autora, contadora de histórias, formadora e uma apaixonada pela vida ...

Amor Próprio

06
Nov18

Dedica-te a ti!

Marta Leal

record-player-1851576__340.jpg

 

#dedicateati

#Marta Leal

#amorpróprio

#desenvolvimentopessoal

 

Acordo cedo. Passeio as cadelas, na maioria das vezes de pijama escondido por um casaco comprido, limpo a caixa da areia dos gatos enquanto a cozinha é invadida pelo cheio a café. Não sei se já vos confidenciei o quanto gosto do cheiro e do sabor a café de saco. Os dias de hoje contrastam com os de há uns anos atrás onde a correria e as pressas eram uma constante. Quando penso nisso, penso sempre com um sorriso. Penso com um sorriso porque me recordo dos esquecimentos das mochilas, os atrasos, os ténis trocados porque foram calçados à pressa, os cabelos penteados apenas por cima e tantas, mas tantas outras peripécias que preencheram os nossos dias. 

 

Hoje os desafios alteraram-se não só porque as crianças cresceram, mas também porque escolhi ser dona do meu tempo, da minha profissão e de mim mesma. É o três em um onde o objetivo principal é o meu bem-estar e consequentemente o bem-estar de todos aqueles que me rodeiam.

 

De nada vai adiantar fazeres uma mudança se te perderes nela. Confusos? Passo a explicar. Seja qual for a mudança que queiras fazer seja ela de vida, de emprego, financeira, de relacionamentos, de cidade ou mesmo interior se  não fores persistente e consistente nada acontecerá. Dedico diariamente, no mínimo, uma hora para me trabalhar seja numa leitura, numa meditação, num silêncio, num passeio ou numa reflexão. Dedico-me diariamente porque sei que a tendência é esquecermo-nos de nós. Da mesma forma que aquele que venceu a maratona precisa de treinar novamente para que volte a acontecer também nós temos de nos treinar diariamente para nos darmos importância e atenção.

 

Quanto tempo tens dedicado a ti? Quando foi a última vez que te dedicaste a ti?

 

Faz da tua vida inspiração!

Marta Leal

Inspiração e Motivação

04
Nov18

A importância de agradeceres

Marta Leal

 

thanks-1209247_960_720.jpg

 

 

#pensamosmuitosentimospouco

#Marta Leal

#amorpróprio

#desenvolvimentopessoal

 

Tenho um hábito enraizado há muitos anos, todas as manhãs reservo uns minutos para escrever o que a minha alma precisa de verbalizar, planear o dia e agradecer. Acredito que é nestas três componentes que está o equilíbrio que me leva à ação e à concretização. Trabalhar a gratidão foi uma surpresa para mim. Estava habituada a agradecer às pessoas, mas num ato muito automático e pouco sentido. Quebrar o paradigma e passar da educação ao sentir fez-me toda a diferença. Fez a diferença com os outros, mas em especial comigo

 

- Não precisas de agradecer, dizia-me ele há uns dias, entre amigos não se agradece!

 

Pois penso exatamente o contrário meu querido. Se falássemos apenas da regra de educação talvez fosse levada a concordar contigo, mas a gratidão é muito mais que isso. A gratidão é sentires-te verdadeiramente consciente daquilo que estás a receber.

 

Mas como podemos treinar a gratidão?

 

  • Através do sorriso: quando sorrimos para alguém é como se lhe estivéssemos a agradecer pelo facto de nos termos cruzado e reconhecido;
  • Valorizando todos os confortos materiais que estão ao nosso alcance. Pode ser um banho quente ou um lenço lavado e tantas outras coisas que tomamos como garantidas no nosso dia-a-dia;
  • Elogiando aqueles que se cruzam consigo e sinta-se grato por poder partilhar com essas pessoas;
  • Aceitando os elogios que lhe fazem e agradeça de coração;
  • Sendo tolerante com aqueles que não conhecem a gratidão. Quem sabe se a sua atitude não os poderá influenciar?

Trabalhar a gratidão torna-te mais consciente do aqui e do agora, de quem és e de tudo aquilo que alcançaste!

Que tenhas uma semana pautada de gratidão!

 

Faz da tua vida inspiração!

Marta Leal

Inspiração e Motivação

 

 

03
Nov18

Pensamos muito sentimos pouco!

Marta Leal

valentines-day-624440_960_720.jpg

 

#pensamosmuitosentimospouco

#Marta Leal

#amorpróprio

#desenvolvimentopessoal

 

A maioria de nós nasceu e cresceu em sociedades que valorizam o pensamento sobre o sentimento. Se pensarmos um pouco demonstrar as emoções não é considerado, na maioria dos casos, coisa de pessoa forte ou equilibrada. Chorar é encarado como uma atitude pouco digna e pouco permitida ao sexo masculino. E quando começamos a falar de amor e de amor ao outro a coisa complica. Tomamos decisões apenas com a cabeça depois de analisarmos os prós e os contras. E se eu te dissesse que podes tomar decisões com o coração? Acreditavas?

 

Acredito que te esteja a apetecer dizer o que alguém me dizia há pouco tempo: “deixa-te de "lamechices" porque não é com amor que o mundo se muda”. Lamento meu caro amigo, mas acredito exatamente no contrário. Sem amor o mundo torna-se rígido, desconfiado, cinzento e sério. Perdemos a capacidade de brincar, de sorrir, de saltar de alegria, de chorar de emoção e de fazermos o que o coração nos diz para fazer. Quando nos focamos apenas no pensamento complicamos aquilo que o coração tem tendência a descomplicar.

 

Quando começamos a ouvir, a ver e a decidir com o coração o nosso mundo altera-se e torna-se tão suave que é como se viver fosse efetivamente fácil. Desafio-te. Desafio-te que da próxima vez que alguém te procure para desabafar que ouças e respondas apenas com o coração. Sente em vez de pensares e vais perceber que julgas menos, entendes mais e que o amor faz milagres!

 

Faz da tua vida inspiração!

Marta Leal

Inspiração e Motivação

02
Nov18

Inspira-te e inspira!

Marta Leal

Inspiração1.jpg

 

#Inspira-te e inspira!

#Marta Leal

#amorpróprio

#desenvolvimentopessoal

 

Há uma tendência para que alguns dos nossos sonhos fiquem adormecidos em detrimento dos que se apresentam mais prementes. Perdemo-nos no tempo, no desenvolvimento de uma outra ideia, em concretizações que nos fazem sentido e vamo-nos esquecendo de algumas coisas que gostávamos de realizar. Acontece comigo e acontecerá com muitos de vós.

Distraímo-nos constantemente de quem somos, do que queremos concretizar e até do que nos faz sentido na vida. Uma das coisas que me faz muito sentido é inspirar e sentir-me inspirada! Este mês apresento-vos um dos sonhos que resolvi tirar da gaveta: os sacos que inspiram e te inspiram. Podes espreitar os que existem na loja !

Para hoje, sugiro-te que retires um dos teus sonhos da gaveta e comeces a projetar o modo como o podes colocar em ação.

 

Faz da tua vida inspiração!

Marta Leal

Inspiração e Motivação

01
Nov18

O amor é cego

Marta Leal

Novembro.png

 

 

#oamorécego

#Marta Leal

#amorpróprio

#desenvolvimentopessoal

Conta a história que há muito muito tempo   existia um casal de velhinhos, que não tinha filhos, que moravam numa casa humilde de madeira e que tinham uma vida muito tranquila, alegre e com muito amor. Pode-se dizer que eram muito felizes.

 

Um dia a senhora teve um acidente. Houve um incêndio e as chamas atingiram o seu corpo todo. O marido acordou com os gritos e tentou ajudá-la o melhor que soube, tendo mesmo, ficado, também ele, queimado nos braços.

 

Quando os bombeiros chegaram restava muito pouco da casa. Tinha sido toda consumida pelas chamas. O casal foi transportado para o hospital, mas foi a senhora que cuidados inspirava, pois, o fogo tinha-lhe atingido grande parte do fogo e do rosto.

 

Quando finalmente se puderam ver ela disse-lhe:

 

- Está tudo bem, meu querido? – Sim, respondeu ele, é pena que o fogo tenha atingido a minha visão e que tenha ficado cego. Mas fica tranquila que a tua beleza ficou gravada para sempre no meu coração.

 

- Ainda bem que Deus te tirou a visão, as chamas queimaram-me o rosto e transformaram-me num monstro.

 

Depois de recuperados voltaram para uma nova casa onde o clima de amor continuava instalado. Ela fazia tudo por ele. Ele dizia-lhe diariamente o quanto a amava. E assim viveram mais 20 anos até que a mulher faleceu.

 

No dia do seu funeral, quando todos se despediam apareceu o marido sem bengala e sem óculos escuros. Aproximou-se do caixão, beijou-a no rosto e murmurou: Como és linda meu amor.

 

Um amigo de longa data perguntou-lhe o que se tinha passado, se tinha acontecido um milagre para que tivesse voltado a ver. Foi quando o velho senhor lhe respondeu:

 

- Eu nunca estive cego. Apenas fingi quando a vi toda queimada porque sabia que seria muito duro para ela viver daquela maneira. Foram vinte anos em que vivemos ainda mais felizes e apaixonados.

 

Nenhum amor sobrevive sem dedicação, entrega e certeza!

(autor desconhecido)

Desejo-te um novembro inspirador,

 

Faz da tua vida inspiração!

Marta Leal

Inspiração e Motivação

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Marta Leal

    Olá Laura, que sentido teria a vida se não falasse...

  • Laura

    Muitos Parabéns pelo livro! Precisamos de mais liv...

  • petra

    Muito boas as tuas dicas e conselhos,adorei a tua ...

  • petra

    Graças a esta publicação,eu concluí que sou uma pe...

  • petra

    Muitos parabéns pelo teu destaque,adorei ler esta ...

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D