Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Marta Leal

... aventuras e desventuras de uma eterna apaixonada pela vida, pela familia e pela profissão que desempenha ... Sou terapeuta de desenvolvimento pessoal, sou escritora, inspiradora e formadora

Marta Leal

... aventuras e desventuras de uma eterna apaixonada pela vida, pela familia e pela profissão que desempenha ... Sou terapeuta de desenvolvimento pessoal, sou escritora, inspiradora e formadora

Sobre as Paragens!

 

Paragem.jpg

Tendo em conta que vida passa muito rápido acredito que é importante fazermos umas pausas para percebermos a direcção que estamos a tomar. Acredito também que só nas pausas nos reconhecemos, cuidamos e abraçamos. Só nas pausas observamos a pressa que tivemos. É quando nos permitirmos parar que percebemos os momentos que devorámos numa ânsia voraz e que se fosse hoje nos limitaríamos a saborear. Não falo de saudosismos de outros tempos. Falo de momentos que quase não vivemos tal era a pressa de os viver. 


É essencial que a cada paragem se corrijam rotas, percebam atitudes, se verifiquem valores, se mude de ideias, analisem parceiros e, se for caso disso, se façam inversões de marcha ou se siga em frente. Desconfio sempre dos que não mudam de ideias, dos que nunca têm dúvidas e dos que defendem a certeza absoluta. Eu cá não tenho certezas, cresço com as dúvidas e aprofundo-me sempre que mudo de ideias.

Cá por casa os últimos tempos foram de paragens mais ou menos forçadas. Aos estudos para os exames das filhas acrescentaram-se uns vírus e umas viroses. Conta a história que este ano estamos todos elegantes para começar a época balnear. Mantenha-se o bom tempo e este ano a praia vai-se fartar de nós.

Não somos uma família comum. A mãe não cozinha, não anda atrás para estudar e não dá palpites no futuro que podem ou não ter. Os filhos pintam as portas e as paredes e uma delas até pinta o cabelo com cores que são tudo menos "normais". Não temos qualquer problema em dizer o quanto gostamos uns dos outros e apoiamos tanto na derrota como na vitória. Cá por casa podemos ter dificuldades em encontrar horários para tomarmos todas as refeições juntos mas uma coisa é certa quando o fazemos as gargalhadas e a sintonia são únicas.

 

 

Eu? Continuo assim muito mãe, muito mulher e muito eu mesma.

 
 
Marta Leal
Inspirational Coaching

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D