Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Marta Leal

... aventuras e desventuras de uma eterna apaixonada pela vida, pela familia e pela profissão que desempenha ... Sou terapeuta de desenvolvimento pessoal, sou escritora, inspiradora e formadora

Marta Leal

... aventuras e desventuras de uma eterna apaixonada pela vida, pela familia e pela profissão que desempenha ... Sou terapeuta de desenvolvimento pessoal, sou escritora, inspiradora e formadora

Os teus filhos são muito mais que teus filhos

Nunca sonhei ser mãe, nem sonhei casar. A coisa foi acontecendo, e quando dei por isso era mãe de 3 seres fantásticos, lindos e bem dispostos. Dito assim parece que foi tudo excelente, e não foi. O período de adaptação à maternidade, a perfeição que insistimos ver nas outras mães, a insistência em sermos e mantermos-nos firmes perante uma sociedade que perdoa muito pouco, são factores a ter em conta e que muitos de nós não têm. A maternidade oscila entre o entusiasmo e o desânimo, a alegria e a tristeza, a exaltação e a apatia, o dever e o prazer, a preocupação e a descontracção, mas, sobretudo, entre eles e nós. E a culpa que sentimos por pensarmos em nós é terrível, não é?

 

Quando os temos deixamos de ser nós. Passamos a viver por eles, para eles e, algumas mães, através deles. Perdemos-nos nos filhos e perdemos-nos de nós. De quem somos na realidade, dos nossos sonhos, dos nossos projectos, das nossas emoções e da nossa vida. Está errado. Viver através dos filhos está completamente errado. Para nós, e principalmente para eles.  Já imaginaste o peso que é para os teus filhos terem de viver a vida deles, e realizar os teus sonhos? Os teus filhos são muito mais que teus filhos. São pessoas com quereres, desejos,sonhos e vontades. Lembraste de quando tinhas a idade deles? Dá-lhes autonomia, cria as condições para que se tornem independentes, permite-lhes escolher, permite-lhes errar, permite-lhes ser.

 

Cá por casa os filhos estão a sair do ninho e a casa está a ficar cada vez mais vazia. A sensação de trabalho feito é, sem dúvida, uma evidência. E o orgulho que sinto não é pelo que atingiram ou mesmo pelo percurso que têm feito. O que me coloca um sorriso no rosto são as pessoas que estão por detrás da etiqueta filhos. São os valores, os sorrisos, a cumplicidade, as decisões e as escolhas, sobretudo, as escolhas. 

 

Marta Leal

Coaching Inspiracional

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D