Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Marta Leal

... aventuras e desventuras de uma eterna apaixonada pela vida, pela familia e pela profissão que desempenha ... Sou terapeuta de desenvolvimento pessoal, sou escritora, inspiradora e formadora

Marta Leal

... aventuras e desventuras de uma eterna apaixonada pela vida, pela familia e pela profissão que desempenha ... Sou terapeuta de desenvolvimento pessoal, sou escritora, inspiradora e formadora

Não tenho destino tenho apenas um caminho que quero fazer

10711024_656777351086552_7373498309453511517_n.jpg

 

 

Lembraste do dia em que te disse que me sentia como tivesse morrido na praia? Lembras-te de como me senti ao ter que dar as últimas braçadas sozinha até alcançar a areia? Nesse dia tinha chegado à final do primeiro desafio e não tive com quem comemorar. Nesse dia em vez de festejar uma vitória limitei-me a chorar a solidão. Em vez de me sentir uma sobrevivente senti-me derrotada simplesmente porque olhei para o lado e não estavas lá. É o que acontece quando depositamos a nossa felicidade nos mãos dos outros, é o que acontece quando criamos expectativas sobre os outros. Hoje, passados todos estes anos, sei que não é justo. Não é justo colocar nas mãos dos outros aquilo que é e deve ser apenas nosso.

 

Não quero ser injusta contigo, não esqueci os momentos em que não me apetecia dar nem mais uma braçada e tu me incentivaste, não esqueci os momentos em que parei e foste tu que me deste força para continuar, não esqueci as vezes que me agarraste e me ajudas-te a nadar contra a maré, não esqueci as lutas que travamos juntos contra o mar revolto. Lembraste? Claro que sim, nem sei porque o pergunto. Foi uma viagem que era minha mas que tu até certo momento fizeste questão que se tornasse tua. 

 

Percebo agora que tenho estado sentada nessa praia sem dar valor ao que conquistei. Percebo agora que fiquei ali a incentivar, apoiar e a ouvir os que chegavam nas mesmas condições do que eu. Todos eles seguiram para as etapas seguintes e eu deixei-me ficar porque não queria continuar sem ti. Deixei-me ficar sem perceber que ficava. Achava que o passear pelo areal me bastava . Percebo agora que fiquei à tua espera não porque mo pediste mas porque era isso que eu queria fazer. Perdi a conta das vezes que me visitaste mas ao contrário do que eu sonhava nunca ficaste. Pensei sempre que não ficavas porque não podias mas hoje sei que não ficaste porque não querias. Nas nossas idades já só não podemos o que não queremos não é verdade?

 

As nossas vidas separam-se neste momento. É hoje que inicio o resto da minha caminhada. Vou sozinha consciente de que é assim que o tenho de fazer. Agora sei que esperei o tempo necessário para me recompor de um passado e poder caminhar consciente de um presente real com esperança no futuro que sonho vir a ter. Sei que nunca me vais ler porque escrevo-te no areal que um dia me acolheu. O mar vai-me servir de borracha assim que me afaste. Tenho como companhia o vento mas esse prometeu-me guardar segredo do que te escrevi e de todas as confidências que lhe fiz. Ao fundo, o sol nasce para se despedir, acenando-me como a incentivar-me.

 

A única bagagem que levo está no meu coração e na minha vontade. Neste momento é tudo o que preciso, neste momento é tudo o que quero. Olho mais uma vez para trás, recordo momentos, recordo palavras mas o que quero reter é este cenário que me apazigua e que me incentiva a iniciar a minha caminhada.  Sinto saudades antes de partir mas sei que é aqui que vou voltar sempre que a minha imaginação mo permitir.

 

Não tenho destino tenho apenas um caminho que pretendo fazer.

 

Marta Leal

Inspirational Coach

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D