Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Marta Leal

... aventuras e desventuras de uma eterna apaixonada pela vida, pela familia e pela profissão que desempenha ... Sou terapeuta de desenvolvimento pessoal, sou escritora, inspiradora e formadora

Marta Leal

... aventuras e desventuras de uma eterna apaixonada pela vida, pela familia e pela profissão que desempenha ... Sou terapeuta de desenvolvimento pessoal, sou escritora, inspiradora e formadora

A magia do envelhecimento

47.jpg

 

 

Escrevo estas palavras com antecedência. Reflectir sobre todo um ano de vida requer tempo ou então essa reflexão é feita de forma mais ou menos atabalhoada e não é isso que se pretende. Reflectir sobre os meus 46 anos uns dias antes de entrar nos 47 faz-me sentido. Faz-me todo o sentido. Acredito que o meu novo ano começa no dia do meu aniversário e não quando mudamos de ano de calendário. Manias de quem tem uma tendência para seguir o diferente.

 

Nos 46 anos tomei decisões que mudaram completamente o meu rumo de vida. Foi um ano de conquistas e de algumas perdas que nos fazem perceber que o que controlamos é mínimo. Aos 46 anos inverti o sentido da marcha e fui em direção do que é a minha missão e o meu propósito de vida. A felicidade conquista-se e trabalha-se diariamente. Pensar o contrário é perseguir uma miragem. Aceitar que a vida nos traz coisas boas e coisas más é o caminho para lidar com alegrias e tristezas, lágrimas e sorrisos, amor e desamor, justiça e injustiça  e conquistas e derrotas.

 

Durante os meus 46 anos despedi-me de duas máquinas de lavar roupa, conheci formandos maravilhosos, aprendi inúmeras coisas com todos os meus clientes, perdi-me nas letras, estive ao lado dos meus filhos, conquistei e fui conquistada. Durante os meus 46 anos integrei ainda mais a ideia de que somos tão pouco perante o todo que os outros nos podem mostrar e ensinar. Durante os meus 46 anos fiquei ainda mais consciente de que a aprendizagem é contínua e aceitar a diferença no outro faz toda a diferença.

 

Não tenho medo de envelhecer. Nunca tive. Não tenho sequer problemas com rugas, cabelos branco ou gordurita fora do sitio. Neste momento não voltava atrás. Sou a soma de todos os anos, de todos os que se cruzaram comigo, de todos os erros, de todos os avanços e de todos os recuos. Sou também a soma de todos os silêncios, olhares e pensamentos. Envelhecer para mim tem magia. A magia de acreditar que vivo uma vida que merece ser vivida.

 

Cultivamos demais o novo em detrimento do que é velho. Envelhecer é algo que nos é certo. Tão certo como o facto de que um dia tudo isto acaba. Viver o envelhecimento em todo o seu esplendor mais do que uma necessidade deve ser um modo de vida. Aproveitar o que a vida nos dá, fazer a diferença na vida de alguém, lutar por um mundo onde os direitos humanos sejam uma realidade são apenas alguns exemplos do que pode ser feito. E há tanto para fazer!

 

Bem vindos 47! Vamos lá fazer deste ano um ano bem especial!

 

Marta Leal

Inspirational Coach

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D